Multiplicadores de tensão são circuitos que possibilitam a obtenção de uma tensão de saída contínua multiplicada por um valor inteiro. Ou seja, esse circuito multiplica o valor de pico da tensão de entrada por um determinado valor. Esse circuito pode ser utilizado em diversas aplicações do dia-a-dia, tais como cercas elétricas, ionizadores de ar, fontes de alta tensão, dispositivos para proteção... Um outro fator importante é que o circuito pode ser facilmente construído. Os dispositivos utilizados são encontrados em sucatas de equipamentos, bem como em qualquer loja de eletrônica, já que o circuito multiplicador de tensão usa apenas dois tipos de componentes, diodos e capacitores.

      O diodo escolhido é o famoso 1N4007 encontrado normalmente em fontes de alimentação e o capacitor deverá ter valor entre 220nF a 470nF e tensão de trabalho, no mínimo, de duas vezes a tensão de pico da entrada, ver o exemplo:

  1. Para 220Vrms fica: 220*1,41*2, o que dá 620V;
  2. Para uma tensão de 12Vrms fica: 12*1,41*2, o que dá 34V.
       Como pode ser visto no exemplo um e dois, basta multiplicar o valor RMS da tensão, por raiz de dois (1,41...) e multiplicar por dois. 

Cuidado, o valor do capacitor terá que ser no mínimo maior que o valor calculado!!!!!
 O circuito acima mostra a disposição dos componentes, esse multiplicador de tensão possibilita que a tensão Vi seja dobrada na saída (Vo=Vi*1,41*2, lembra?). Os diodos D1 e D2 são do modelo 1N4007 e o capacitor é de 220nF 630V. O valor de Vi é de 220Vrms e a tensão de saida será de 620Vdc.
 
Cuidado, o valor de tensão é muito elevado, além disso esse circuito é capaz de fornecer corrente suficiente para matar uma pessoa!!!!!

Uma versão mais segura desse circuito pode ser construída utilizando na entrada um transformador de 110/220V para 12V, isso acarretaria em mais segurança para o construtor menos experiente.

(Primeiro artigo da série circuito fácil)

10 comentários

Seguidores

Eletrônica em Vídeo